Plano de Manutenção Mineira: Passo a Passo para Realizá-lo

Tabela de Conteúdos

A mineração é uma atividade chave. Economicamente, é considerada uma base fundamental e tem um impacto direto e indireto sobre as cifras econômicas e de desenvolvimento, fazendo com que todos os detalhes associados a ela devam ser levados a sério.

A mineração é muito mais do que a simples extração de minerais. Por essa razão, há muitas arestas para falar quando se trata da sua importância. Aspectos históricos, métodos de exploração, impacto ambiental, segurança, processos de extração e produção, e maquinários, são alguns dos pontos que devemos considerar quando se trata de analisá-la.

A importância do planejamento na manutenção de minas

No entanto, o conceito de manutenção teve um forte crescimento na indústria de mineração. À medida que tecnologia e produtividade estão cada vez mais relacionadas, se torna imprescindível estabelecer um planejamento que responda à necessidade de manter em perfeito estado uma série de equipamentos relacionados às diferentes atividades que compõem o processo de produção dos diferentes minerais que se obtêm no planeta. 

Como exemplo, as equipes de perfuração trabalham em contato direto com os minerais, os quais produzem grandes desgastes, por exemplo, nas barras e brocas das máquinas. A maquinaria geralmente tem vida curta. E na mineração, assim como em outras indústrias, era comum ver equipamentos que tinham vida útil de até cinquenta anos. Hoje, a realidade é diferente e as unidades de produção podem durar no máximo 20 anos.

A importância de contar, então, com um plano de manutenção está relacionada diretamente com uma maior produtividade, que está entrelaçada com o sucesso dos objetivos traçados pela gerência da empresa. E, para que esta equação entregue resultados favoráveis, a confiança é um fator decisivo porque proporciona as condições para buscar a otimização das operações, reunindo o talento humano, a otimização de processos e ativos e as estratégias de gestão para atingir as metas propostas.

Quais características um plano de manutenção de minas deve ter?

Para executar um plano de manutenção de minas, é necessário:

– Considerar a aplicação de certos padrões e seguir as normas ISO correspondentes, com o objetivo de manter a mais alta qualidade comprometida no uso adequado das equipes. A ideia é ter sempre em conta o cuidado do meio ambiente e a segurança de quem serão os encarregados de executar as tarefas, com o fim de garantir um processo livre de riscos.

– O desafio também está relacionado em estabelecer um plano de manutenção planejado, otimizado e confiável, onde o uso de recursos tecnológicos como softwares de manutenção esteja entre as prioridades, e, assim fazer uso das ferramentas mais eficientes que estão disponíveis, garantindo que a tarefa seja levada adiante sem erros de nenhuma natureza.

– Estabelecer uma pauta de manutenção preventiva com um alcance de ao menos 85%. O objetivo deve estender a vida útil dos equipamentos e reduzir possíveis situações de emergência que interrompam o bom funcionamento dos equipamentos. Além da prevenção, procedimentos preditivos podem ser incorporados.

– Com um plano de manutenção de mina, o uso de equipamento ou pessoal de avaliação qualificado e experiente pode ser considerado. Além disso, são priorizados equipamentos que apresentem falhas ou que trabalhem com rochas ou sedimentos pesados ​​e seja considerada a verificação dos equipamentos em manutenção.

Como conseguir um plano de manutenção efetivo?

Para alcançar o mencionado, você precisa planejar. Como vimos anteriormente, em todas as empresas, independentemente do sector a que esteja ligada, é necessário considerar dias de inspeção e reparação que permitam manter em melhores condições os equipamentos associados à atividade da empresa. E essa é uma tarefa que corresponde à área de gestão de manutenção.

E para realizar um trabalho eficiente, existem alguns passos a seguir que detalhamos a seguir:

1. Realizar um trabalho de identificação de equipamentos

Quais equipes devem ser priorizadas? Essa é a primeira pergunta que um gerente de gerenciamento de um plano de manutenção de mineração deve fazer. Portanto, a primeira coisa a fazer é realizar uma avaliação do equipamento, para analisar seu estado e determinar uma ordem de prioridade.

Os primeiros a considerar são aqueles que trabalham em tarefas diretas com pedras ou materiais pesados. Outro ponto que podemos determinar para fazer uma lista de prioridades é definir aquelas que são consideradas críticas de acordo com os critérios de desempenho e depois nos dedicarmos às outras.

2. Ter uma rede de apoio

Ao momento de realizar o trabalho de manutenção em mineração, é preciso seguir uma série de operações interligadas que ofereçam o suporte necessário para levar adiante a tarefa segundo o estipulado a priori.

É importante sempre considerar que a manutenção da mina não é realizada de forma isolada. A gestão desta área do negócio mineiro necessita do apoio de todos os departamentos da empresa a trabalhar em colaboração, de forma a prestar apoio ao corpo técnico nas tarefas que lhe são exigidas, de forma planificada e coordenada.

3. Definir um programa eficiente

Na hora de determinar qual será o plano de manutenção, é necessário estabelecer alguns parâmetros que possibilitem definir o que será feito, quando, como e de que forma os resultados serão medidos.

É por isso que é importante estabelecer como o trabalho de manutenção será solicitado, atribuído, monitorado, medido e avaliado. O objetivo é ter certeza de que o plano está sendo executado conforme estipulado no início.

Uma recomendação que visa alcançar resultados com elevados níveis de satisfação e eficiência é a definição de KPIs de manutenção. Eles servem como uma diretriz a ser cumprida e direcionam as ações para um rumo definido, com procedimentos e resultados claros.

4. Usar a informação de maneira eficiente

A coleta, armazenamento e processamento de dados envolvidos em um plano de manutenção de mineração são vitais para o sucesso do trabalho. Da mesma forma, a gestão desta informação deve seguir um processo de troca onde haja colaboração entre os diferentes atores envolvidos. Isso é fundamental para cada tarefa no plano para atingir o desempenho ideal.

Além disso, quando a comunicação é eficiente e há suporte para ela por meio de um sistema de rede compartilhado, torna-se muito mais simples controlar o desempenho do programa de manutenção de acordo com os parâmetros definidos no início. Isso também permite controlar os aspectos relacionados ao estoque e compras de peças de reposição ou outros elementos envolvidos nesta etapa da obra.

5. Estabelecer níveis de organização

No âmbito de um plano de manutenção de lavra, é possível que muitos profissionais estejam envolvidos em diferentes etapas do processo e em diferentes níveis hierárquicos de tomada de decisão e reporte de ações.

Dessa forma, é necessário estabelecer qual será a relação hierárquica entre os participantes do plano de manutenção. É conveniente definir claramente quem será o responsável, quem vai executar cada tarefa, por que e como cada coisa deve ser feita, para controlar cada etapa da maneira mais transparente e eficiente possível.

6. Avaliar e fazer medições

Depois de concluir todas as etapas que correspondem ao trabalho específico de manutenção, o responsável pela gestão deve confirmar que o trabalho seja realizado seguindo todas as especificações e padrões determinados.

Todo o processo de avaliação deve ter como objetivo confirmar que a manutenção foi realizada de forma otimizada, seguindo os padrões exigidos para garantir o que foi estabelecido e o que a indústria em geral determina para este tipo de trabalho.

Como todo processo que faz parte da área de gestão de uma empresa, o planejamento da manutenção de lavra requer o suporte de uma série de dados que devem ser digitalizados para um melhor gerenciamento das informações.

Diante dessa situação, as soluções tecnológicas de gestão aparecem como determinantes na definição de ferramentas eficientes para este tipo de trabalho. Sua versatilidade, facilidade de uso e amplo potencial de customização são fatores decisivos na escolha de uma alternativa digital que ofereça condições para a obtenção de resultados com altos níveis de qualidade.

Assuma o controle de suas ordens de serviço

Com a plataforma nº 1 para digitalizar tarefas

Você pode gostar também

Visite-nos e junte-se à Revolução Digital com DataScope

Aprenda a abandonar o papel hoje mesmo!

Sobre o autor

Antonio Frieser
Antonio Frieser

Compartilhe Em

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Gostou deste artigo?

Assine nosso boletim informativo e enviaremos conteúdo como este diretamente para o seu e-mail, uma vez por mês com todas as novidades.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *