Quais são as chaves para definir objetivos de maneira efetiva?

Tabela de Conteúdos

Um dos desafios mais importantes para aqueles que ocupam posições em empresas é o de saber como estabelecer objetivos efetivos.

Sabemos que os objetivos são necessários em toda organização e em qualquer área onde o desempenho e os resultados afetem de maneira direta a sobrevivência e o sucesso.

Como definir e alcançar objetivos equilibrados?

No âmbito empresarial, existe um amplo consenso sobre os benefícios de se estabelecer objetivos para as organizações. E, como consequência, os executivos encarregados dessa tarefa precisam provar que possuem as habilidades necessárias para definir metas ambiciosas, mas que estão dentro das margens que as empresas podem realmente atingir.O informe técnico é o principal instrumento para encontrar as respostas a interrogantes questões de grande importância para o negócio e pode permitir as possibilidades de mudanças de estratégia e os passos a seguir.

A importância dos objetivos ambiciosos

A razão pela qual uma empresa traça objetivos é porque busca alcançar resultados concretos. No entanto, existe uma grande diferença quando analisamos o tipo de objetivos estabelecidos.

Teóricos desses aspectos indicam que existe uma relação diretamente proporcional entre a demanda e o sucesso em todas as suas esferas. Em outras palavras, quando os executivos estabelecem um modelo de liderança que busca objetivos exigentes, trabalhar para alcançá-los gera um modelo de comportamento que influencia fortemente a inspiração e a motivação da equipe de trabalho.

No entanto, existem dois riscos que podem ser vistos. O primeiro ocorre quando são definidos objetivos pouco ambiciosos, o que implica um baixo nível de satisfação dos membros da equipe. O outro lado da moeda é estabelecer metas muito altas, muito difíceis de alcançar, gerando um sentimento de desânimo na equipe.

Onde está a chave então? Em encontrar um ponto intermediário, onde haja um equilíbrio entre uma alta demanda e objetivos razoáveis, presos à realidade.

Como alcançar objetivos equilibrados?

Além do bom senso e do julgamento, um líder deve aproveitar as ferramentas tecnológicas à sua disposição para determinar objetivos efetivos. Além disso, seu trabalho deve considerar o uso de modelos que visam tarefas diárias e de longo prazo.

Para o primeiro ponto, onde a base é o cumprimento de metas em vários anos, o modelo conhecido como BHAG (Big Hairy Audacious Goal), criado por Jim Collins.

Por sua vez, para o trabalho diário, em que empresas e trabalhadores têm objetivos específicos, os líderes devem escolher modelos que atendam a esses objetivos. Um deles é conhecido como SMART (Specific, Measurable, Attainable, Relevant, Time-related), proposto por George T. Dorian.

Chaves para definir objetivos eficazes

Uma vez feita a diferenciação entre os objetivos de longo, médio e curto prazo, a chave é definir objetivos que sejam eficazes. Em cada área que compõe uma empresa, esse ponto é fundamental.

A primeira ideia básica que deve ser considerada é a de que o conceito de sustentabilidade deve prevalecer, o que permite direcionar ações que podem ser mantidas para atingir objetivos anteriormente alcançados. Em segundo lugar, devemos considerar o conceito de melhoria, onde se propõem objetivos mais exigentes que obriguem a equipe de trabalho a se esforçar mais para alcançar níveis mais elevados na escala de realização da empresa.

Sob este alicerce, e com o propósito de manter o comprometimento e compreensão da equipe, identificamos os fatores a seguir para definir objetivos efetivos:

1. Definir a recompensa pelo esforço

Ainda que as empresas busquem formar equipes altamente motivadas e que “vistam a camisa”, nem todos os membros da equipe trabalharão apenas para alcançar seus objetivos sob um compromisso emocional. Haverá também aqueles que estarão focados em receber uma recompensa proporcional à magnitude e complexidade da meta alcançada, onde também haja um ingrediente relacionado ao impacto que isso gera para a empresa.

Diante dessa realidade, quem exerce a posição de liderança deve considerar estabelecer com antecedência o tipo de premiação que será concedida aos trabalhadores em troca das conquistas alcançadas. A forma de motivar os profissionais pode ser por meio de pagamentos e outros incentivos monetários a outros tipos de recompensas, como benefícios, agradecimentos, entre outros.

2. Inspirar a equipe usando emoções positivas

Qualquer objetivo que uma empresa deseja alcançar exige ações que inspirem os trabalhadores. E à medida que as metas sejam mais difíceis de alcançar, as emoções passam a desempenhar um papel mais proeminente no despertar da inspiração que vem daqueles que exercem liderança. 

Independentemente do objetivo perseguido, seja manter a empresa no bom caminho ou dar um salto em direção a realizações mais complexas, os líderes devem transmitir emoções positivas.

Isso alimenta a confiança e o reconhecimento do grupo, por meio de emoções que passam uma mensagem relacionada à importância do auto aperfeiçoamento, de que todo esforço, por menor que seja, é valorizado e leva toda a organização a alcançar algo. do qual todos se orgulharão e pelo qual serão recompensados.

Por isso, a ideia é trabalhar as emoções, mostrando reações positivas, mas sinceras. É fundamental gerar uma cultura de realização, reiterando os benefícios que serão alcançados no nível coletivo e individual se o objetivo traçado for alcançado.

É importante também reforçar o conceito de resiliência, tendo em vista que no caminho surgirão várias dificuldades a serem superadas para o alcance dos objetivos. Aspectos como o orgulho e o auto aperfeiçoamento também devem ser incluídos neste ponto, pois ajudam a enfatizar a ideia de que o alcance de metas requer pequenos avanços que exigem o esforço de todos, o que se traduz em um sentimento de orgulho de ter dado o máximo para atingir o nível desejado. 

3. Realizar um monitoramento

O cumprimento dos objetivos não se esgota na sua definição clara e na entrega de elementos para que a equipe cumpra a sua missão. Talvez o maior desafio continue, que é o de fazer o trabalho necessário para atingir a meta.

E isso exige não só o comprometimento da equipe, mas mantê-la ciente de todo o processo. Em uma empresa é importante trabalhar mentalmente a ideia de atingir os objetivos, mas também monitorar o andamento e atualizar constantemente o andamento dos trabalhos que levarão a empresa ao alcance das metas traçadas por seus líderes.

O monitoramento por meio de tabelas e outros indicadores que permitem observar o cumprimento de cada tarefa individual e coletiva, destacar marcos importantes, realizar reuniões periódicas, são formas de acompanhar o que está sendo feito em um determinado momento. Isto permite ter uma visão geral e específica de cada ação e introduzir correções quando for necessário.

O uso de ferramentas tecnológicas também é essencial. Primeiro porque cada membro pode contribuir com dados para uma base de coleta de histórico geral que pode ser avaliada. Em segundo lugar porque através de plataformas de informação podem ser transmitidas notícias ou reforçadas mensagens-chave que atestam o compromisso e faz com a equipe siga a trabalhar de forma coesa, envolvida na iniciativa.

4. Avaliação do progresso

Finalmente, todo processo que vise atingir objetivos dentro de uma empresa deve ser submetido a algum tipo de avaliação. 

Somente graças a esse tipo de procedimento os executivos têm a possibilidade de estabelecer uma relação entre o que foi pensado originalmente e o que será obtido quando o processo for finalizado.

À medida que você avança para cada etapa, reunindo as informações e dados necessários, os resultados que estão sendo parcialmente obtidos podem ser medidos e analisados como eles estão se configurando para atingir a meta. Assim, você pode definir correções e alterações, ou simplesmente manter o que foi planejado de acordo com a ideia original.

Exercer a liderança é uma missão fundamental para o cumprimento dos objetivos de uma empresa. A clareza no estabelecimento desses objetivos, tanto a compreensão da importância  de defini-los como incutir em uma equipe de trabalho, são aspectos que devem estar em primeiro plano na elaboração de um plano nesse sentido.

Do mesmo modo, é fundamental definir objetivos eficazes, nos quais a sua equipe possa cumprir e para os quais vá trabalhar com empenho e entusiasmo. E, para isso, deve haver o suporte de ferramentas que permitam a coleta de dados que auxiliem na tomada de decisões que podem ser cruciais tanto para manter o curso de ação quanto para corrigí-lo em caso de algum desvio ou erro.

Assuma o controle de suas ordens de serviço

Com a plataforma nº 1 para digitalizar tarefas

Você pode gostar também

Visite-nos e junte-se à Revolução Digital com DataScope

Aprenda a abandonar o papel hoje mesmo!

Sobre o autor

Antonio Frieser
Antonio Frieser

Compartilhe Em

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Gostou deste artigo?

Assine nosso boletim informativo e enviaremos conteúdo como este diretamente para o seu e-mail, uma vez por mês com todas as novidades.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.