Por que a sua empresa precisa de APIs?

Tabela de Conteúdos

As APIs são, em parte, a base da conectividade. API significa Interface de Programação de Aplicativo, que, na programação de computadores, é um conjunto de definições de sub-rotinas, protocolos e ferramentas usadas para criar software de aplicativo. Em termos simples, uma API é o mensageiro que permite a comunicação ou interação entre aplicativos (em geral, todos os tipos de software), dados e dispositivos.

Graças à Internet, o mundo está ao nosso alcance. Podemos postar ou comprar qualquer coisa de qualquer lugar com apenas alguns cliques. Como isso acontece? Como diferentes dispositivos e aplicativos se conectam entre si para nos permitir fazer um pedido ou reservar um voo? Podemos fazer tudo isso graças à interface de programação de aplicativos, também conhecida como API.

Exemplo de garçom

Em palavras simples, a API é o mensageiro que recebe as solicitações e diz ao sistema o que você deseja e, em seguida, retorna a resposta para você. Pense em um cenário muito familiar do seu dia a dia: você está em um restaurante com diferentes opções de pedidos e a cozinha é o sistema onde serão preparados seus pedidos. O elo entre as duas áreas é o garçom; ele atende o seu pedido, diz ao sistema (cozinha) o que fazer e dá a resposta, neste caso, uma opção de menu.

Agora, vamos aplicar essa lógica a um exemplo real de API. Pense em quando você reserva um voo. Primeiramente, é necessário interagir com o site da companhia aérea para ver se há assentos disponíveis para a data desejada. O site irá mostrar várias opções, como cidades de ida e volta, datas, classes de cabine e outras variáveis. Todas as solicitações são enviadas para o banco de dados da companhia aérea e a resposta chega imediatamente.

Se você preferir usar um serviço de viagens online que inclui informações de muitas companhias aéreas diferentes, para obter todos os dados solicitados, esse serviço interage com as APIs das diferentes companhias aéreas. Essas ferramentas obtêm as informações necessárias dos sistemas das companhias aéreas e as enviam para o serviço de viagens que as mostra a você e você pode escolher os assentos, preferenciais de alimentação ou opções de bagagem. Portanto, as APIs são os heróis esquecidos que permitem que você use sites de viagens.

O mesmo se aplica a todas as interações entre aplicativos, dados e dispositivos. Todos eles têm APIs que criam conectividade e permitem que os usuários obtenham as informações de que precisam para comprar um produto ou reservar um serviço. Portanto, sempre que você pensar em uma API, pense em um garçom executando e movendo-se entre aplicativos, bancos de dados e dispositivos, entregando dados e criando a conectividade que faz nosso mundo funcionar.

Por que você deve usar APIs?

As APIs podem ser essenciais para o sucesso de uma organização, pois permitem a criação de soluções customizadas para o aumento da eficiência e produtividade das organizações. Ou seja, as APIs nos permitem conectar diferentes aplicativos que utilizamos, a fim de criar soluções mais robustas e com melhores resultados.

Otimiza a experiência do cliente

As APIs criam maneiras novas e mais eficazes para as plataformas digitais se envolverem com os clientes, permitindo melhor acesso aos dados e melhor conectividade entre aplicativos e clientes. As APIs também permitem que os clientes tenham mais controle sobre sua própria experiência, pois podem escolher entre uma variedade de preferências e criar suas próprias soluções a partir do software usado.

Melhora a conectividade

A principal função de uma API tem a ver com conectividade. O verdadeiro valor das APIs vem de sua capacidade de conectar plataformas e elas desempenham um papel importante na melhoria dos processos e na colaboração dentro das empresas, permitindo designs de fluxo de trabalho mais sofisticados que podem incorporar mais dados e aplicativos. Ao permitir a colaboração entre sistemas e pessoas. As APIs ajudam as empresas a melhorar a produtividade e a eficiência.

Integração API

As plataformas de integração de API permitem que as empresas comuniquem informações entre várias APIs. Por exemplo, uma empresa pode ter uma API de comércio eletrônico configurada, bem como uma API de operações internas e uma API de marketing. As informações de todas essas APIs podem ser integradas usando uma plataforma de gerenciamento de integração de API.

Por exemplo, nossa plataforma, DataScope, permite que nossos clientes acessem os dados armazenados lá por meio de uma API. Usando DataScope, eles podem integrar suas informações com mais de 3.000 outros programas de software, automatizar diferentes processos e exportar os resultados para várias plataformas. Eles também podem realizar uma integração de API com o Google Drive para que cada vez que um usuário da conta responda a um formulário móvel do aplicativo DataScope, um documento PDF seja gerado no DataScope, com os dados recebidos, e automaticamente salvo em qualquer pasta desejada no Drive ou Dropbox. Isso evitaria que os usuários tivessem que baixar as informações do DataScope e, em seguida, carregá-las manualmente no Drive. APIs e plataformas de gerenciamento de API permitem que todas essas informações sejam reunidas, facilitando o acesso do usuário.

O que é a arquitetura API?

Arquitetura API está relacionada ao processo de desenvolvimento de uma interface de software que exibe dados de backend e funcionalidade de aplicativo para uso em novos aplicativos.

Quando se trata de arquitetura de API, existem vários estilos e todos eles têm um lugar no ecossistema de API. Aqui está uma lista dos “estilos de arquitetura” mais populares:

API REST: REST é um acrônimo para Representational State Transfer. É baseado em alguns princípios orientadores, como uma estrutura cliente-servidor, interfaces simples e uniformes para comunicação entre sistemas, operações e muito mais.

API SOAP: SOAP é um acrônimo para Protocolo Simples de Acesso a Objetos. Essas APIs são mais estruturadas do que outras; eles são confiáveis, mas tendem a ser mais lentos.

Webhooks: são baseados em eventos e são mensagens automáticas enviadas de um sistema para outro sempre que ocorre um evento.

API GRPC: RPC em gRPC significa chamada de procedimento remoto. No gRPC, um cliente pode chamar um servidor como se fosse um objeto local e isso facilita a comunicação entre os aplicativos.

API de eventos enviados pelo servidor – também conhecida como SSE, é uma tecnologia que depende do envio de dados do servidor, permitindo que um cliente receba atualizações automaticamente por meio de uma conexão HTTP.

API WebSocket: é baseada no protocolo de comunicação do computador WebSocket. Essas APIs fornecem uma maneira padrão para os servidores enviarem informações e dados aos clientes, mesmo quando o cliente não está solicitando dados.

API AMQP: AMQP é uma abreviatura de Protocolo Avançado de Ordem de Mensagens. Este protocolo segue padrões abertos e funciona na camada de aplicação. É mais adequado para middleware orientado a mensagens e, como outros protocolos, AMQP dita como os provedores de mensagens e clientes devem se comunicar uns com os outros.

GraphQL API: GraphQL é um acrônimo para Graph Query Language e define como uma API solicita informações específicas a outra API.

API MQTT: MQTT é uma abreviatura para Message Queuing Telemetry Transport que é bem adequado para a Internet das coisas (IoT), em parte porque é extremamente leve. O MQTT permite que os dispositivos publiquem e / ou assinem mensagens.

EDI: é uma abreviatura de Electronic Data Interchange e permite que as empresas se comuniquem eletronicamente com outras.

O que é uma chamada de API?

Ainda não entendeu o conceito? Imagine que você acabou de baixar um aplicativo. Antes de começar a usá-lo, será solicitado que você insira seu e-mail ou senha. No momento em que você clica no “botão Enter” para enviar seus dados, você faz uma chamada de API.

O que é uma chave de API?

Uma chave de interface de programação de aplicativo (chave API) é um código exclusivo que é passado a uma API para identificar o aplicativo ou usuário que está fazendo a solicitação. O código atua como um identificador único e como um token de autenticação, e funciona como um ingresso para um evento que, dependendo da categoria, permite aos usuários acessar diferentes espaços e benefícios.

Tipos de API

É essencial entender que tipo de API funcionará melhor para seu projeto, considerando vários fatores, como o uso pretendido, tipos de usuários e os sistemas e conjuntos de dados necessários para se conectar.

API da web

As APIs da Web são aquelas que você pode acessar por meio do protocolo HTTP. Essas APIs incluem aquelas usadas para se comunicar com o navegador. Eles podem ser serviços como notificações da web e armazenamento da web.

APIs abertas

Também conhecidas como APIs externas ou públicas, elas estão disponíveis para desenvolvedores e outros usuários com restrições mínimas. Essas APIs podem exigir registro e uso de uma chave de API ou podem ser totalmente abertas. Eles são projetados para que usuários externos acessem dados ou serviços.

API de sócios

Eles são usados ​​em colaboração com seus parceiros de negócios estratégicos. Os APIs de parceiros não estão disponíveis ao público. Como APIs internas, elas só são acessíveis a um grupo predefinido de usuários por meio de mecanismos de autenticação e autorização. No entanto, as APIs de parceiros funcionam fora dos limites da empresa, exigindo medidas de segurança adicionais.

APIs internas

APIs internas são projetadas para serem usadas dentro de uma empresa e são ocultadas de usuários externos. Portanto, eles têm medidas de segurança e controle de acesso, uma trilha de auditoria de acesso ao sistema e uma interface padrão para conectar vários serviços.

APIs compostas

Essas APIs permitem que os desenvolvedores acessem vários terminais em uma chamada. Eles são especialmente úteis em arquiteturas de micros serviços, em que um usuário pode precisar de informações de vários serviços para executar uma única tarefa. O uso de APIs compostas pode reduzir a carga do servidor e melhorar o desempenho do aplicativo, porque uma chamada permite que você retorne todos os dados de que um usuário precisa.

Benefícios de usar API

As APIs têm o potencial de transformar os processos de negócios, melhorando a comunicação e permitindo que as empresas ampliem seus negócios mais rápido do que nunca.

Aumento de produtividade

APIs podem agilizar processos. As informações, vindas de diferentes direções, embaladas com precisão em uma ferramenta acessível, permitirão que seu negócio seja mais eficiente e produtivo.

Na Amazon, o API Manifesto, que forçou todas as equipes a expor seus dados e se comunicar umas com as outras por meio de interfaces de serviço, teve um grande impacto nos negócios. Depois que a empresa implementou o mandato de Bezos, foi capaz de operar seus sistemas com muito mais eficiência. Isso também facilitou o lançamento dos serviços da Web da Amazon para o público, o que foi útil para a expansão da loja da Web da Amazon.

Automação de processos comerciais

APIs são um elemento chave para a automação de processos comerciais. Com o passar dos anos, a API “moderna” adquiriu algumas características que a tornam extremamente valiosa. Hoje, eles são essenciais para a automação de processos de negócios porque permitem que as empresas forneçam acesso controlado a um escopo definido de dados ou funcionalidade. Além disso, as APIs não são restringidas por limitações sobre onde os dados residem (por exemplo, na nuvem, no local etc.) e isolam as empresas das complexidades dos sistemas de proteção de dados.

Facilita a inovação

As APIs permitem que as empresas inovem com mais rapidez. Eles oferecem duas vantagens: a empresa pode criar produtos melhores e se destacar da concorrência. Eles também facilitam a monetização.

As empresas que desejam dar mais um passo na inovação precisam aproveitar as vantagens das interfaces de programação de aplicativos (APIs) para se conectar aos sistemas existentes, extrair dados deles e criar novas funcionalidades.

Reduz custos

As APIs são uma ferramenta fundamental para o crescimento de um negócio, pois agilizam processos, reduzem custos de manutenção e oferecem novas oportunidades para construir alianças com outras empresas e alcançar novos clientes. Os desenvolvedores sabem que muitas das funcionalidades que precisam incorporar a um aplicativo já existem em outro lugar. Portanto, eles não gastam tempo ou recursos valiosos reinventando a roda. Em vez disso, eles contam com APIs lucrativas de plataformas de terceiros ou APIs que já construíram, ajudando as empresas a economizar dinheiro e recursos.

Otimiza as experiências digitais

Seus desenvolvedores poderão criar soluções em qualquer canal, por meio de APIs, que irão gerar experiências melhores e mais atraentes para qualquer público, seja para clientes, parceiros ou funcionários. As APIs podem ajudar a habilitar a entrega de serviços, como personalização, coleta de dados e integração. Além disso, conforme as APIs continuam a crescer em número e popularidade, os recursos disponíveis serão aprimorados e expandidos.

Esses benefícios comerciais deixam claro que as APIs estão se tornando uma ferramenta importante que as empresas devem implementar para alcançar o sucesso digital.

Exemplos de APIs que usamos no nosso dia-a-dia

Widgets de clima

Um exemplo comum de uso de API são os dados meteorológicos. Os fragmentos de tempo enriquecidos parecem ser uma coisa comum, elas são encontradas em todas as plataformas ou até mesmo em smartphones. As APIs do tempo são conectadas aos grandes bancos de dados de previsão do tempo e informações históricas. Graças a eles, temos acesso a aplicativos móveis que fornecem previsões hora a hora, alertas de mau tempo e outras informações meteorológicas relevantes.

Reserva de viagens

Existem muitas APIs em operação no setor de viagens e reservas. Você já se perguntou como os sites de reserva de viagens podem adicionar milhares de voos e destinos e mostrar a opção mais barata? Normalmente, a resposta é usar APIs de terceiros para coletar as disponibilidades de voos e hotéis dos provedores. Além disso, se você reservar um desses serviços, os sites de reserva de viagens usarão APIs para confirmar a viagem.

Sem usar APIs, os funcionários do serviço de reserva teriam que enviar manualmente um e-mail para a companhia aérea ou hotel para saber sua disponibilidade.

Notícias de Última Hora

A API Breaking News é uma API RESTful que proporciona dados de notícias financeiras, como feeds de notícias em tempo real, notícias da empresa (sobre uma organização específica) e detalhes da empresa (pelo símbolo da empresa).

Assuma o controle de suas ordens de serviço

Com a plataforma nº 1 para digitalizar tarefas

Você pode gostar também

Visite-nos e junte-se à Revolução Digital com DataScope

Aprenda a abandonar o papel hoje mesmo!

Sobre o autor

Carlos Carvajal
Carlos Carvajal
Head of Growth @DataScope

Compartilhe Em

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Gostou deste artigo?

Assine nosso boletim informativo e enviaremos conteúdo como este diretamente para o seu e-mail, uma vez por mês com todas as novidades.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *